Classificando arquivos no Windows Server 2008 R2, o novo recurso FCI (File Classification Infrastructure)

Publicado em:
06/10/2011

Fonte: http://www.itcentral.com.br

Windows Server 2008 R2 e FCI (File Classification Infrastructure)

 

O Windows Server 2008 R2 oferece um novo recurso muito útil chamado FCI, que permite classificar arquivos, definindo as propriedades de classificação, como classificar com base na sua localização e conteúdo.

O FCi utiliza ainda tecnologia OCR (Optical Character Recognition ou Reconhecimento Ótico de Caracteres) e desta forma consegue reconhecer palavras em arquivos de imagens, porém para isso, você deve instalar o Windows Ifilter TIFF, que é uma feature do Windows Server 2008 R2. Mas onde realmente eu posso usar? Vamos criar um cenário em cima do seu File Server onde você deseja criar regras para gerenciar os seus dados de forma mais eficiente e assim classificar o que deve ser expirado e o que deve ser armazenado. Essa regra que será criada permitirá reduzir custos de armazenamento e reduzir também os riscos de perda de dados.

 

Supondo que sua organização deseja criar uma regra para expirar os arquivos que não foram modificados há mais de 5 anos e não são críticos para o negócio, ou ainda, definir que arquivos que contenham metadados com a classificação “PRIORIDADE ALTA” que estão armazenados na pasta CONTROLADORIA sejam expirados após 60 dias da última modificação, são tarefas que agora você pode realizar usando o Windows Server 2008 R2.

 

Vamos agora mostrar como instalar o FCI.

 

1) Acesse o Iniciar > Ferramentas Administrativas > Gerenciador de Servidor > Adicionar Funções > selecione Servidor de Arquivo > Próximo.

 

 

Figura 1 – Selecionando função do servidor

 

 2) Clique em Próximo

 

 

Figura 2 – Introdução aos serviços

 

 

3) Selecione ainda Gerenciador de Recursos do Servidor de Arquivos > Próximo.

 

 

Figura 3 – Selecionando os recursos a serem instalados

 

 

 

4) Selecione a unidade de disco a ser monitorada > clique em Opções.

 

 

Figura 4 – Definindo o volume a ser utilizado

 

 

5) Defina o limite de uso do volume e selecione os tipos de relatórios que deseja realizar > OK.

 

 

Figura 5 – Selecionando os tipos de relatórios

 

 

 

6) Defina o local onde serão gerados os relatórios > Próximo.

 

 

Figura 6 – Local a serem gerados os relatórios

 

 

 

7) Resumo da instalação > Fechar.

 

 

Figura 7 – Resumo da instalação

 

 

 

8) Após finalizar a instalação > digite no executar fsrm.dsc para abrir o Gerenciador de Recursos do servidor de arquivos.

 

9) Vamos então criar uma Propriedade de Classificação, clicando com o botão direito do mouse sobre Propriedades de classificação > clique em Criar Propriedade…

 

 

Figura 8 – Criando uma propriedade

 

 

 

10) Defina um nome para a regra. Em nosso exemplo selecionamos a propriedade Lista de várias opções, mas você pode definir outras propriedades como data-hora, Sim-Não, Número inteiro, Lista ordenada, String e Multi-String.

 

 

Figura 9 – Definindo opções da propriedade

 

 

 

11) Agora vamos criar uma regra, clique com o botão direito do mouse sobre Regras de Classificação > selecione Criar uma Nova Regra…

 

 

Figura 10 – Criando uma regra

 

 

 

12) Vamos criar o nome da regra também com o nome Prioridade (se quiser pode usar um nome diferente da Propriedade de Classificação) > insira uma breve descrição se achar necessário > e agora devemos adicionar a pasta onde estão os arquivos a serem classificação > clique no botão Adicionar para selecionar esta pasta. Em nosso exemplo usaremos a pasta Controladoria . OK

 

 

Figura 11 – Opções da regra

 

 

 

13) Clicando na Guia Classificação definimos o método Content Classifier (conteúdo) > e selecionamos a propriedade que criamos, no caso, PRIORIDADE sendo o nível ALTA.

 

Você ainda poderia definira prioridade como média ou baixa, uma vez que, criamos três opções. OK

 

 

Figura 12 – Definindo valores para a regra

 

14) Por fim, clique com o botão direito do mouse sobre Tarefas de Gerenciamento > selecione Criar uma Tarefa de Gerenciamento de Arquivos.

 

 

Figura 13 – Criando uma tarefa degerenciamento

 

 

 

15) Na Guia Geral vamos definir o nome da Tarefa > descrição e a pasta onde estão os arquivos a serem expirados. Observe que usamos a mesma pasta na qual os arquivos foram classificados anteriormente. OK

 

 

Figura 14 – Nome da tarefa

 

 

 

16) Na Guia Ação > definimos a Expiração do arquivo > e definimos uma pasta onde os arquivos serão expirados.

 

 

Figura 15– Definindo uma ação

 

 

 

17) Na Guia Notificação > podemos definir em quanto tempo e como seus usuários serão notificação antes da expiração seus arquivos, sendo notificados seja por email, log ou comando. OK

 

 

Figura 16– Configurando os alertas

 

 

 

18) Na Guia Relatório defina como registrar os logs e o formato do arquivo do seu relatório. OK

 

 

Figura 17 – Tipos de relatório

 

 

 

19) Na Guia Condição será definido a propriedade, no caso a regra que criamos (PRIORIDADE) = ALTA.

 

Observe que estamos definindo uma regra que foi criada, juntamente com um operado pré-definido e o valor que também já foi definido na regra criada. OK

 

 

Figura 18 – Condição da propriedade

 

 

 

20) Agora vamos definir que o arquivo que não foi modificado após 60 dias será expirado. Veja que você ainda tem outras regras como expirar após x dias desde a criação, desde o último acesso, desde a última modificação ou ainda um curinga para o nome do arquivo como, CONTABIL, FINAN, e outros. Defina ainda a data de início.

 

 

Figura 19 – Definindo como será expirado os dados

 

21) Para concluir, na Guia Agendamento, defina o período em que os arquivos serão classificados.

 

 

Figura 20 – Ajustando um agendamento

 

Conclusão:

 

O recuso FCI do Windows Server 2008 R2 apresenta uma enorme facilidade de gerenciar conteúdos, uma vez que, se necessário por ser muito útil utilizado juntamente com o Windows SharePoint Services ou Server.

 

Referências: 

http://technet.microsoft.com/en-us/library/dd464014(WS.10).aspx

 

[  ]’s

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s